NFe 4.0: Mudança pode impactar rotina das empresas

A Nota Fiscal Eletrônica (NFe) passou a contar, desde a última segunda-feira (2) com um novo layout, que inclui mais informações a serem prestadas ao Fisco. As empresas que não se adaptarem, podem ficar com mercadorias e funcionários parados.

Entre as mudanças, estão alterações na estrutura do documento XML — com a inclusão de grupo rastreabilidade do produto, novas modalidades de frete, combustível e formas de pagamento –, atualização do protocolo de segurança, inclusão de formas de pagamento usadas pelos clientes, informações sobre frete, rastreabilidade dos produtos e, no caso dos medicamentos, inclusão do código ANVISA.

Para o diretor Comercial da NFe do Brasil, Marco Zanini, na prática não há nenhuma punição direta às empresas que não atualizarem o processo. No entanto, a impossibilidade de faturar produtos deve gerar prejuízos financeiros imediatos.

“Os empresários precisam ficar atentos, uma vez que a versão 4.0 não aceitará mais os arquivos que são gerados hoje pela versão 3.1, impedindo assim o faturamento”, explica. A última alteração, da versão 2.0 para a 3.0, foi realizada em 2014. O objetivo é gerar mais informações para serem enviadas ao Fisco.

Zanini enfatiza que empresas em todo o território nacional devem atualizar seus sistemas de emissão de nota fiscal. “Essas mudanças são feitas no software de mensageria, ligada normalmente ao ERP da empresa”, diz.

Fonte: www.administradores.com.br/noticias/economia-e-financas/nfe-4-0-mudanca-pode-impactar-rotina-das-empresas/124268/

Contate-nos

Tem alguma dúvida, sugestão ou quer solicitar um orçamento? Entre em contato conosco.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar