Começa hoje ciclo de palestras do CRC sobre crimes financeiros

Começa hoje às 14 horas no auditório do Senac em Porto Velho o ciclo de palestras promovido pelo Conselho Regional de Contabilidade de Rondônia sobre a lei 12.683/12, que impõe aos profissionais da classe contábil o dever de informar o governo federal sobre operações financeiras e comerciais supostamente ilícitas de seus clientes. O tema é polêmico e preocupante e levou o Conselho Federal de Contabilidade a baixar a Resolução 1445/13 que disciplina os procedimentos que os profissionais contábeis devem seguir. A palestra será a partir das 14 horas no auditório do Senac.
O ciclo de palestras segue no interior com a seguinte programação: Dia 11, às 14 horas em Ariquemes (auditório da sub-sede do CRC-RO) Rua Quatro Nações, 3570, Setor Institucional. Dia 11, às 19.30 horas em Jarú (auditório da Unicentro) Av. Otaviano Pereira Neto, S/N , Setor 02 Dia 12, às 14 horas em Ji-Paraná (auditório da Pemaza Pneus) Av. Transcontinental, 990, Vila JotãoDia 13, às 14 horas em Cacoal (auditório da Unir) Rua da Universidade, nº 920 Bairro: Jardim Parque São Pedro IIDia 13, às 19.30 horas em Rolim de Moura (auditório da Ass. Com. Ind. de Rolim de Moura) Av. Rio Branco Nº 4500, centro.Dia 14, às 14 horas em Vilhena (auditório da CDL) Av. Sabino Bezerra de Queiroz, 3687, Jardim América.
O palestrante será o contador, advogado e consultor Ronaldo Marcelo Hella, que tem mais de 20 anos de experiência no ramo contábil, e integrou a comissão da Federação Nacional das Empresas de Contabilidade que elaborou a resolução do CFC .
Entre os tópicos da palestra estão: A lavagem de dinheiro no Brasil, ações governamentais, modalidades e indícios de lavagem de dinheiro, as resoluções CFC 1445/13 e COAF 24/2013, a comunicação ao COAF e seu prazo, serviço de auditoria e assessoria, cadastro de clientes, a responsabilidade civil e administrativa do auditor, perito, consultor e contador, política de prevenção aos crimes de lavagem de dinheiro e as penalidades impostas.
A palestra também abordará as novas regras para a carta de responsabilidade e contrato de prestação de serviços, conforme Resolução do CFC 1.457/13.
Fonte:Alexandre Badra – Rondoniaovivo.com