“Camisinha USB” protege seu smartphone de conexões com malware

Novidade afirma cortar os pinos de dados de um cabo USB e liberar apenas a transferência de energia para recarga do aparelho eletrônico.

Conectar seu aparelho eletrônico em entradas estranhas pode causar problemas. Então por que não carregar por aí uma camada extra de proteção?

Esse é o pensamento por trás do USB Condom, um produto que aplica lições das aulas de ciências na escola aos seus gadgets. De acordo com os criadores na int3.cc, o USB Condom corta os pinos de dados de um cabo USB padrão, evitando que qualquer dado seja transferido em qualquer direção. Tudo que resta são os pinos de energia, para que você possa plugar o aparelho em qualquer entrada que quiser.

A intenção do USB é proteger os usuários contra “juice jacking” – a ideia de roubar dados ou fazer upload de malware quando um usuário conecta um aparelho em uma entrada USB. Os hackers começaram a falar sobre a prática há alguns anos, e apesar de ser principalmente uma ameaça teórica, o especialista em segurança Jonathan Zdziarski escreveu recentemente que já viu esses ataques acontecerem. De qualquer forma, colocar essa “camisinha” no cabo USB pode deixar os usuários mais tranquilos quando conectarem seu smartphone no computador de outra pessoa ou em uma estação pública de recarga de bateria.

O USB Condom não é uma ideia inteiramente nova. Em 2009, o designer Ko Yang criou o conceito de uma “camisinha USB”, e até postou renderizações do projeto online. No entanto, essa novidade da itc3.cc parece ser um produto de verdade; começa a ser vendido em 16 de setembro, próxima segunda-feira.

Outra saída é usar um cabo USB apenas para recarga, que custa cerca de 8 dólares na Amazon

 

Fonte: Computerworld

Posted in:

Deixe uma resposta