“Capa marrom” eletrônica será obrigatória em São Paulo

O formulário de atos específicos de constituição ou alteração de empresas, denominado popularmente “capa marrom” ganhou uma versão eletrônica, cuja adoção passa a ser obrigatória a partir de quarta-feira, 1º de agosto, informa a Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp)
Até então vendido somente em papelarias, o formulário é utilizado em situações especiais, que representam menos de 1% dos casos. Com a nova versão online, o usuário ganha uma alternativa mais simples e econômica.

O novo formulário está disponível para impressão na página da Jucesp na internet (www.jucesp.sp.gov.br). Para utilizá-lo é preciso acessar a guia de serviços presenciais, preencher o formulário eletrônico e imprimir o documento com os dados digitados.

A Jucesp informa que houve um aumento de 27,5% no registro de empresas no primeiro semestre. No total, foram constituídas 274.051 mil novos empreendimentos ante 214.901 no mesmo período do ano passado.

O levantamento leva em consideração a soma de constituições deferidas pela Jucesp com as formalizações do programa Microempreendedor Individual (MEI), em prática desde julho de 2009.

O número de adesões ao MEI foi o principal fator de aumento da atividade empresarial no Estado, revela Luiz Carlos Quadrelli, secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, à qual a Jucesp está vinculada.

São Paulo lidera o ranking nacional de registro de novas empresas, com 33,1% de participação. Em 2011, foram registrados um total de 444,6 mil empreendimentos no Estado.

A segundo posição é ocupada por Minas Gerais (9,4%), seguido por Paraná (7,9%), Rio Grande do Sul (7,4%) e Rio de Janeiro (6,6%). Em 2011, foram registrados um total de 444,6 mil empreendimentos no Estado.

Fonte:  TI Inside

Posted in:

Deixe uma resposta