Internet Banking já responde por 23% das operações bancárias no Brasil

Segundo a Febraban, praticamente uma em cada quatro transações foi realizada pela Internet em 2010; Mobile Banking cresceu 72% no período.

Praticamente uma em cada quatro transações bancárias efetuadas no Brasil em 2010 foi feita por meio de Internet Banking, informou nesta quarta-feira (4/5) a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Os números levantados pela entidade apontam que a Internet foi o canal utilizado em 12,9 bilhões de transações efetuadas pelos bancos no ano passado. O número corresponde a 23% de um total de 56 bilhões de operações. E representa um aumento de 27,4% na comparação com 2009.

O Mobile Banking, por sua vez, ainda engatinha, mas registrou aumento de 72% em 2010, com 2,2 milhões de contas. Só perde para as máquinas de auto-atendimento (as ATMs), responsáveis em 2010 por 17,8 bilhões de transações (ou 32$ do total).

Segundo a Febraban, o número de clientes que utilizam a Internet tem crescido de forma mais rápida na comparação com crescimento de contas correntes. E poderia crescer ainda mais, se a infraestrutura de telecom do país ajudasse, segundo Gustavo Roxo, coordenador de TI da entidade e presidente da Comissão Organizadora do Ciab Febraban, responsável pela pesquisa “O setor bancário em números”, que baliza os debates no evento.

Roxo alega que contratar banda larga e infraestrutura de telecom continua muito caro no Brasil. O ritmo de queda do custo da banda larga no país continua muito mais lento que o do aumento da demanda por conexão. Em 2010, houve um incremento de 52% das despesas e investimentos das instituições financeiras associadas à entidade com telecomunicações, em comparação a 2009. O setor desembolsou R$ 4,75 bilhões, ante os R$ 4,13 bilhões de 2009 e os R$ 3,118 bilhões contabilizados em 2008.
No total, os gastos com TI e comunicação dos bancos associados à entidade somaram 22 bilhões de reais em 2010. O valor é 15% maior que o apurado em 2009.

Mobilidade em alta

Pela primeira vez, a Febraban divulgou dados de mobile banking em separado do internet banking, mas apenas no que diz respeito a quantidade de contas ativas: 2,2 milhões. Para o ano que vem, segundo Roxo, já será possível saber exatamente o montante de transações feitas a partir do mobile banking. “Hoje, as transações mobile ainda são contabilizadas junto com o internet banking”, explica Roxo.

É preciso considerar também que o conceito de internet banking aplicado na pesquisa contabiliza apenas as contas correntes que tiveram ao menos uma transação nos últimos 90 dias. O que limita o universo a 37,8 milhões de contas. Se a pesquisa considerasse a quantidade de correntistas cadastrados para uso do canal internet, segurante abarcaria mais de 40% do volume total de 141 milhões existentes no país ao fim de 2010.

Fonte: IDG Now!

contingencia_nfe

Posted in:

Deixe uma resposta