Faturamento de micro e pequenas empresas em SP cresce 9,7%

O faturamento de micro e pequenas empresas no Estado de São Paulo cresceu 9,7% em março deste ano, em relação ao mês anterior, segundo o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Apesar do crescimento da inflação, que registrou variação 6,51% no acumulado dos últimos 12 meses, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o faturamento apresentou aumento real de 3,2% em março.

O setor de serviços foi o que teve melhor resultado, com faturamento 11% superior ao obtido em março de 2010, seguido pelo comércio, que teve alta de 2,8% no mesmo período. Na contramão dessas áreas, a indústria teve recuo de 5,5%.

De acordo com Bruno Caetano, diretor superintendente do Sebrae-SP, a queda da produtividade devido ao feriado do Carnaval e o fim da redução de impostos para a linha branca tiveram grande importância no resultado do setor industrial em março deste ano.

“Já o setor de serviços cresceu devido à alta demanda, como a registrada em restaurantes e em lavanderias”, exemplifica ele.

Para Samy Dana, professor de finanças da FGV (Fundação Getulio Vargas), a indústria foi prejudicada também pela entrada de importados no país, principalmente os da China. “Como esses produtos são mais baratos, atraem os consumidores. No setor de serviços isso não ocorre”, complementa.

Na capital paulista, o rendimento das micro e pequenas empresas cresceu 5,5%, no interior 5,6% e na região metropolitana 1,9%. O ABC paulista – onde está localizada grande parte das indústrias do Brasil – foi a única região que registrou decréscimo no faturamento. A queda foi de 12%.

FONTE: FOLHA DE SÃO PAULO

contingencia_nfe

Posted in:

Deixe uma resposta