Bahia implanta sistema de BI com base na NF-e para combater sonegação

A ferramenta de Business Intelligence (BI), utilizada em larga escala no meio corporativo para melhorar a gestão e a tomada de decisões, será implantada também na administração pública.

Mais especificamente na Bahia, graças a um Termo de Cooperação firmado entre a Secretaria da Fazenda e o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO).

Para atingir o objetivo de ampliar o combate à sonegação e ajudar a promover a ética concorrencial, foi desenvolvido o sistema BI NF-e (Sistema de Inteligência de Negócios com base em Notas Fiscais Eletrônicas).

A ferramenta foi desenvolvida pela Secretaria da Fazenda em parceria com a Microsoft. A expectativa é de que a sua aplicação contribua, também, para aumentar o recolhimento do ICMS.

Atualmente, 14 mil contribuintes do Estado emitem a NF-e. Apenas no mês de janeiro deste ano, eles movimentaram valor superior a R$ 25 bilhões.

De acordo com o Termo de Cooperação, após o desenvolvimento e implantação do sistema, os códigos-fonte e documentação técnica ficarão disponíveis para as demais Secretarias de Fazenda.

Até o momento, os Estados do Acre, Paraná, Sergipe, Maranhão, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e o Distrito Federal já solicitaram a cessão desse sistema.

A execução técnica e operacional do Termo de Cooperação é feita através de um Comitê Gestor, composto por representantes da Secretaria da Fazenda, do ETCO e pelo Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat).

Segundo Cláudio Meirelles, superintendente de Administração Tributária da Secretaria da Fazenda da Bahia, o BI NF-e é fundamental para ajudar a extrair de forma mais rápida as informações da NF-e, ofertando uma importante ferramenta à fiscalização.

“Desde a implantação da NF-e, cuja adoção pelos Estados teve um grande impacto na redução da sonegação no País, esta é a maior conquista no campo da fiscalização”, destaca Hoche Pulcherio, presidente do Conselho de Administração do ETCO.

FONTE: TI Inside

bpo_fiscal

Posted in:

Deixe uma resposta