Diversas atividades econômicas estão obrigadas a emitir Nota Fiscal Eletrônica

Desde primeiro de outubro, as empresas brasileiras que mobilizam as mais diversas atividades econômicas do país estão obrigadas a emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). A última lista divulgada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aponta 250 novos segmentos nessa condição, conforme Protocolo ICMS Nº 42/2009. O Confaz é um órgão que reúne as secretarias de Fazenda dos estados.
 
De acordo com a lista, devem emitir NF-e os segmentos: Fabricação de roupas, vinagre, calçados, gelo, artigos de carpintaria para construção, artigos pirotécnicos; Impressão de livros, revistas e outras publicações periódicas; Serviços de acabamentos gráficos, representante comercial de cosméticos e perfumaria; Artigos de vestuário e acessórios, armarinhos, de cama, mesa e banho; Comércio atacadista de produtos como calçados, produtos de higiene, jóias, relógios e bijuterias, dentre outros.
 
Segundo a Associação Comercial e Industrial de João Monlevade (Acimon), a obrigatoriedade da emissão da NF-e abrange empresas de todos os portes, o que inclui as micro e pequenas e optantes do Simples Nacional. A Acimon conta com o serviço de Certificação Digital. Outras informações: (31) 3851-6056. Em outras localidades, o contato deve ser feito na sede da Associação Comercial ou SEBRAE do município.

Fonte: FATO ONLINE

bpo_fiscal

Deixe uma resposta