Empresas precisam avaliar adoção de SaaS, diz Gartner

Os gastos com soluções de software como serviço (SaaS) representaram 3,4% do orçamento total das empresas no ano passado, parcela pouco superior aos 2,8% registrados em 2008, de acordo com levantamento do Gartner. Para este ano, a estimativa é que o mercado mundial de aplicativos atingirá US$ 8 bilhões.

Segundo a consultoria, o modelo SaaS terá um papel importante no futuro da TI, mas não será dominante como se imaginava anteriormente. Por esse motivo, o Gartner alerta que as empresas devem avaliar cuidadosamente suas necessidades de software à luz das promessas correntes do SaaS.

O estudo revela que 90% das implantações de SaaS não adotam o modelo de pagamento por uso, mas, mesmo assim, elas vêm trazendo dinâmica ao mercado de software. O relatório do Gartner mostra que a maior parte dos gastos com SaaS refere-se a conteúdo, colaboração e comunicação, bem como a aplicações de gestão de relacionamentos. Esses segmentos responderam por 65% do mercado mundial de aplicativos no ano passado, de acordo com a consultoria.

O vice-presidente de pesquisas do Gartner, David Cearley, observa que o modelo de software como serviço não resolve todos os desafios da entrega de software, mas pode apresentar vantagens com base em circunstâncias específicas, uma vez que é mais rápido de implantar e configurar para aplicações menos complexas.

Levando em conta esse cenário, o Gartner lista alguns passos que as organizações devem seguir ao adotar uma estratégia de SaaS.

1 – Determine o valor

As empresas precisam compreender e avaliar os prós e contras da adoção do modelo de software como serviço. Embora a estratégia reduza o custo total de propriedade (TCO), no curto a médio prazo, as ferramentas de terceiros são limitadas e as aplicações SaaS não podem ser contabilizadas como ativo em um balanço.

2 – Desenvolver a governança

O próximo passo é desenvolver uma política de SaaS e um documento de governança. Este deve ser um esforço colaborativo entre as áreas de negócio e de TI.

3 – Avaliar os fornecedores

As empresas precisam avaliar os fornecedores de SaaS para a contratação de aplicações específicas.

4 – Desenvolver um roteiro de integração

Esta etapa envolve um processo contínuo de desenvolvimento de um roteiro de integração sobre como os aplicativos SaaS vão se integrar com outras soluções de SaaS implantadas.

Fonte: TI Inside

Deixe uma resposta