Maioria das empresas não dispõe do certificado, como exige o Fisco

No dia 22 de junho termina o prazo para que as empresas enquadradas no regime de tributação baseada no Lucro Real, Arbitrado e Presumido entreguem declarações com certificação digital, conforme determinação da Receita Federal.

Entretanto, a maioria delas (80%) ainda não dispõe do certificado digital, conforme levantamento da Serasa Experian. “Apenas 20% das 1,4 milhão de empresas que necessitam do certificado digital para o cumprimento dessa obrigação fiscal já o providenciaram”, informa Igor Ramos Rocha, presidente de Negócios de Identidade Digital da Serasa Experian.

O levantamento foi feito com base no cruzamento de informações do banco de dados da Serasa Experian sobre empresas com números de certificados emitidos pela própria Serasa Experian e ponderado de acordo com sua participação no mercado de certificado digital.

A Serasa Experian, que é uma Autoridade Certificadora (AC), recomenda o uso de certificado tipo A3 para entrega de documentos tais como DCTF (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais), DIPJ (Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica), DACON (Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais), entre outros.

O processo de emissão do certificado digital é simples e rápido. Mas, por regulamentação oficial, requer a presença física de seu titular. Por isso, é necessário que as empresas providenciem a solicitação de seu certificado o quanto antes.

Fonte: TI Inside

Deixe uma resposta