Receita Federal declara guerra a operações suspeitas

Com o objetivo de fechar o cerco contra procedimentos realizados pelas empresas para pagar menos impostos, a RFB (Receita Federal do Brasil)vai formar equipes de Auditores especiais em todas as 10 superintendencias regionais do País. Com apoio do serviço de operações suspeitas de irregularidades.

O Fisco criou também duas delegacias especiais de fiscalização de operações de planejamento tributário, em São Paulo e no Rio de Janeiro, e pretende acirrar ainda mais as disputas nos tribunais sobre a legalidade de uma série de negócios bilionários feitos nos últimos anos, como aquisições, fusões e reorganizações societárias.

De acordo com levantamento da RFB, nos últimos cinco anos, 42% das maiores empresas, responsáveis por cerca de 80% da arrecadação federal, apresentaram prejuízo fiscal.

Para o órgão, boa parte desse prejuízo foi composta com base em operações simuladas para diminuir o pagamento do IR (imposto de renda) CSLL ( Contribuição Social sobre o Lucro Líquido).

Fonte: CRC Online

Posted in:

Deixe uma resposta