Preparem-se para Certificação Digital

Ainda não foi totalmente esclarecido o que é e qual a importância da Certificação Digital, mas podem ter certeza que em breve todos – tanto pessoa física quanto jurídica – terão completo entendimento do assunto, já que a utilização desta ferramenta fará parte do dia-a-dia em, no máximo, dois anos.

Certificação Digital nada mais é do que um documento de identidade eletrônico que possui dados básicos do titular (nome, e-mail, CPF, etc.); numerações para “chave pública” e “chave privada”, permitindo que o titular compartilhe informações com outras pessoas por meio de criptografia; e o nome e assinatura da AC (Autoridade Certificadora) que emitiu. Diversas empresas – principalmente instituições financeiras e varejistas eletrônicos – já utilizam esta ferramenta como forma de proteção ao cliente.

Além da segurança que este tipo de certificação traz para pessoa física, ela também proporciona facilidades e vantagens para as empresas que optam em utilizá-la.
Se analisarmos em termos de economia, a empresa terá vantagens principalmente no que diz respeito aos processos, pois com a certificação poderá ter redução de custo nesta questão.

Outro benefício oferecido por esta ferramenta, é a diminuição do uso de papel por conta do meio eletrônico. Por outro lado, este será um dos principais problemas que serão enfrentados por toda a sociedade – tanto empresarial quanto as pessoas comuns –, pois ainda existe a “cultura do papel”, em que todos confiam naquilo que se tem contato físico e não no que é capaz de se visualizar somente em uma tela de computador.

Já podemos ver alguns mecanismos que estão funcionando nesse novo sistema de Certificação Digital. O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), que engloba a NFe (Nota Fiscal Eletrônica), SPED fiscal e SPED contábil, está a pleno vapor.

Além deste, temos também alguns projetos na área de saúde da Previdência Social; no ProUni (Programa Universidade para Todos), criado pelo Ministério da Educação; e, claro, no comércio eletrônico e no correio eletrônico — o difundido e-mail.

Autenticidade, integridade, garantia de quem executou a transação; e concessão e restrição de acessos também são outros benefícios oferecidos pela Certificação Digital.
A realidade é simples: a Certificação Digital já está entrando em nosso cotidiano e a sua atuação ampliará muito mais daqui a alguns anos.

O próximo passo – tanto pessoa jurídica quanto física – é se adaptar ao futuro sem documentos em papéis, para diminuir custos, ganhar eficiência e se adequar à modernidade.

Roni de Oliveira Franco –  especialista em finanças, gestão empresarial, gestão de outsourcing, sócio da Trevisan Outsourcing e professor da Trevisan Escola de Negócios.

Fonte:  Roni de Oliveira Franco – Administradores.com.br

NFe do Brasil possui o HSM – Hardware Security Module, que é o cofre digital mais seguro, para a guarda do certificado digital, e recomendado pelo manual de integração da nota fiscal eletrônica da SEFAZ, ligue 0800 723 6330 e receba um consultor da  para saber mais.

Deixe uma resposta